Feiras de Recrutamento se reinventam para aproximar alunos e organizações


25/06/2018
Por Cia de Talentos

Eventos universitários, com enfoque em carreira, recrutamento e mercado de trabalho, oferecem ótimas oportunidades para colocar empresas e estudantes em contato. Normalmente, são eventos abertos ao público universitário e, em geral, com entrada gratuita. As feiras possuem uma infraestrutura voltada para que as empresas trabalhem sua marca empregadora e ofereçam suas oportunidades de estágio e trainee para os jovens, ou seja, é um espaço pensado e criado para mostrar como é trabalhar nessas empresas, além de conhecer mais sobre as principais tendências do mercado de trabalho.
 
Palestras e workshops, que abordam temas de grande importância no mundo empresarial, assim como o esclarecimento de dúvidas pontuais, como a elaboração de currículos, além de etapas dos processos seletivos é o que se espera encontrar nesses eventos. No entanto, é cada vez mais importante ir além. Isso significa que os organizadores estão sendo cada dia mais desafiados no que se refere à inovação. Tudo isso para atrair mais jovens e empresas expositoras.
 
Em busca de novas opções de atividades para tornar a participação desses jovens mais ativa durante o evento, surgem possibilidades muito interessantes. Esse é o caso do pitch, em que alunos selecionados são convidados apresentarem e venderem as suas competências para as empresas. Em poucos minutos, eles devem mostrar suas qualidades e desenvoltura na comunicação, uma das competências socioemocionais mais exigidas e que mais reprovam nos processos seletivos. Outra tendência é o uso de tecnologia nesses eventos: já é possível encontrar aplicativos que mapeiam previamente o perfil dos participantes para gerar as melhores combinações de oportunidades de estágio e trainee.
 
Com essas mudanças, as empresas percebem a necessidade de tornar a sua presença mais efetiva e marcante, uma vez que o volume de candidatos é grande e o público busca por novidades. Essas empresas, uma vez cientes do seu novo papel, fazem uma participação que vai além do tradicional stand e oferecem ações que aproximam ainda mais os universitários, como convites para visitar o escritório e poder vivenciar o dia a dia da organização, sessões de coaching, almoço com executivos, minicursos, entre outras ações que já são boas práticas adotadas. São diversas possibilidades para atrair os candidatos, que  têm a oportunidade de conhecer mais aspectos sobre a cultura e valores das empresas, a partir dessas atividades.
 
Dessa forma, é cada vez mais visível a evolução das feiras. Organizadores estão propondo novos formatos e espaços para experiências mais elaboradas. Os universitários não encontram só respostas para as suas dúvidas: eles são desafiados a manterem-se curiosos, ao terem contato com conteúdos diversos e ações inovadoras..
 
Do nosso ponto de vista, as feiras mais legais do momento são aquelas que convidam o público para experimentar, como aquelas que oferecem atividades que ajudam a desenvolver habilidades exigidas pelo próprio mercado de trabalho. Assim todo mundo sai ganhando, certo?
 
As empresas que estão um passo à frente são aquelas que buscam aproveitar o espaço do evento para estreitar mais o relacionamento com o universitário. Um bom exemplo desse tipo de ação é quando convidam funcionários inspiradores a contar suas histórias de carreira e estarem mais próximos e disponíveis para o jovem. Dessa forma deixam sua marca empregadora mais humanizada.
 
Se você quer saber mais sobre esse tema, a Cia de Talentos participa de alguns eventos universitários bem bacanas em todo o Brasil, segue a gente no Instagram e no Facebook para saber de tudo que rola de mais legal!
 
E fique à vontade compartilhar suas experiências nos eventos que você já participou!
 
Beatriz Seino
Relações Públicas por formação, apaixonada por listas e listras, mais all star do que salto, mais cabelo solto do que preso, mais cara limpa do que maquiada, mais verão do que inverno, mais livros do que tempo pra ler, mais lugares pra conhecer do que milhas disponíveis, mais amor do que eu achava que cabia aqui dentro.